95% dos executivos veem trabalho híbrido como permanente, diz pesquisa

95% dos executivos veem trabalho híbrido como permanente, diz pesquisa
4min de leitura

Pesquisa divulgada pela consultoria de recrutamento especializado Robert Half mostra que, para 95% dos executivos entrevistados, o trabalho híbrido, com rodízio entre home office e no escritório, é visto como parte permanente do cenário de empregos.

Além disso, houve crescimento significativo na quantidade de empresas oferecendo opções de trabalho remoto em comparação ao período anterior à Covid-19.

De abril a dezembro de 2020, 80% das vagas trabalhadas pela Robert Half foram para posições 75% ou 100% remotas, e essa tendência deve se manter ao menos pelos próximos seis meses. Em 2019, apenas 5% tinham essa característica.

O estudo “Demanda por talentos no cenário da atual” foi feito online com 1.500 executivos em novembro de 2020 na Alemanha, Bélgica, Brasil, França e Reino Unido. Entre os entrevistados estão gerentes gerais, diretores financeiros e diretores de tecnologia com responsabilidades de contratação.

Os principais benefícios no uso de equipes híbridas incluem a criação de oportunidades de melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissional aos trabalhadores e redução de custos de escritório para as empresas.

De acordo com os executivos entrevistados pela Robert Half, as cinco funções e tarefas que melhor se adequam ao trabalho remoto incluem:

Para gerentes de contratação

  1. E-Commerce/Marketing Digital
  2. Administração
  3. Vendas
  4. Gestão empresarial
  5. Atendimento ao cliente

Para CIOs/CTOs

  1. Engenharia em Nuvem
  2. Rede/Gestão de Sistemas
  3. Análise de Sistemas & Segurança
  4. Business Intelligence
  5. Suporte/Gestão do Help Desk

Para CFOs

  1. Planejamento Financeiro
  2. Análise Financeira
  3. Gestão de Contas
  4. Folha de pagamento
  5. Auditoria e Relatórios

Para Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half, 2021 continua sendo um ano de recuperação e reconstrução, tanto para empresas, quanto para os profissionais.

“As mudanças globais em relação ao trabalho remoto e híbrido, assim como a geração de receita advinda do comércio eletrônico, estão influenciando as prioridades de contratação que a Robert Half observa no Brasil. A adoção de processos operacionais e de planejamento mais orientados por dados, em conjunto com estratégias transformadoras de aceleração do rastreamento de talentos, projetadas para construir forças de trabalhos mais resilientes, flexíveis e ágeis, seguem sendo imperativos para navegarmos rumo ao fim da pandemia”, diz.

Brasileiros estão otimistas

A pesquisa mostra ainda que, enquanto na média global entre sete países, 67% dos trabalhadores entrevistados estão otimistas em relação às oportunidades de carreira em 2021, no Brasil, o índice chega a 73%.

Mais da metade dos profissionais brasileiros (52%) espera um aumento de salário este ano, contra 57% da média global. E para 65% dos trabalhadores no Brasil, a jornada ideal para aliviar o peso da jornada de trabalho e o burnout em 2021 é a flexível.

Em nível global, 68% esperam permanecer trabalhando de casa entre um e três dias na semana e 49% desejam experimentar uma jornada “comprimida”, de quatro dias.

Além disso, mais da metade (58%) dos profissionais brasileiros pensaram em se mudar para outra cidade ou país enquanto trabalhavam remotamente nos últimos meses, contra 39% da média global.

Tendências de contratação

A Robert Half identificou cinco tendências de contratação com a ascensão do “trabalhe de qualquer lugar”.

A principal é que as habilidades técnicas e especializadas devem ser acompanhadas de habilidades comportamentais, as chamadas soft skills, abrindo espaço ao que vem sendo chamado de “habilidades híbridas”.

Além disso, à medida que as organizações adotam cada vez mais as vagas de trabalho remoto como primeira opção, entendem o valor do recrutamento para além de suas cidades.

Outra tendência é oferecer salários e benefícios competitivos para reter colaboradores importantes, assim como atrair os melhores talentos.

 

Há ainda um maior investimento em tecnologias que apoiam o suporte ao trabalho remoto e à colaboração contínua, bem como programas e benefícios de saúde e bem estar aos funcionários.

Enquanto os recrutamentos virtuais já substituíram o processo presencial em muitas organizações, as empresas agora precisam repensar como lidar com a saída de funcionários à distância.

“A força de trabalho ‘anywhere’ chegou definitivamente para ficar. A adoção de uma mentalidade flexível será essencial para organizações e profissionais que queiram prosperar em um ambiente de negócios altamente dinâmico”, diz Mantovani.

Gostou do contéudo? Compartilhe com os amigos!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Home office com filhos: 7 dicas para organizar sua rotina
Home office com filhos: 7 dicas para organizar sua rotina...
Home office com pets: 5 dicas para conciliar
Home office com pets: 5 dicas para conciliar Seu gato...
Saúde mental no home office: sintomas e cuidados
Saúde mental no home office: sintomas e cuidados Você notou...
Saiba quais são os benefícios de pets no home office
Saiba quais são os benefícios de pets no home office...
Procrastinação no home office: como perder esse hábito
Procrastinação no home office: como perder esse hábito Você sofre...